+ A Fábrica +

Algures, no tempo, deu-se o desequilíbrio.
Ocorreu quando passámos a recorrer às matérias mais primordiais com recurso a processos que ferem, de morte,
os próprios princípios básicos que, durante milénios, foram respeitados.
É um exercício inútil tentar identificar esse momento no tempo.
Por outro lado, é urgente que esse equilíbrio seja restabelecido.
Com humildade, que deveria pautar cada uma das nossas acções, a ascensão, a que comummente chamamos progresso, agracia muito mais.