+ Quem somos +

+ Sleeve Subtil Loom +

Placeholder

Ângela Subtil


Vem da terra de Bordallo, das cavacas, das termas e cresceu numa família ligada à cerâmica – e talvez tenha sido isso que a fez ter olho e gosto pelo o belo e por aquilo que é feito com as mãos. Escolheu ser terapeuta, co-fundadora da Associação Portuguesa de Massagem Infantil e “mãe” da Casa da Árvore. Ângela nunca perdeu o interesse pelas artes e ofícios que trazia vivos na memória desde a infância. É desses tempos que vem o gosto pelas mantas de Minde que enfeitavam a casa dos seus avós. Há alguns anos embrenhou-se no coração da Serra d’Aire à caça dos padrões da sua infância, dos velhinhos instrumentos tradicionais que faziam as famosas mantas restavam apenas dois e com os poucos artesãos que ainda lhes conhecem os preceitos, começou a trabalhar com o intuito de reacender a paixão pela manufactura, pelos padrões do antigamente, pela arte da terra – pela tradição.
Foi assim que nasceu a Subtil Loom e é assim que objectos nascidos de uma arte que o tempo quis atirar para o esquecimento ganham a pouco e pouco um novo fulgor. Estes são os seus “fios com história”.





Placeholder

Carlos Batalha


Carlos Batalha denomina-se um inventor autodidata.
Nascido em Lisboa em 1980, cresceu com espírito irrequieto, o que o leva à recusa de um percurso académico em prol da pura criação.
Descobriu o amor pela madeira aos 32 anos e desde então, dedica-se ao restauro e à marcenaria. A oficina Pode Ser! e a << p Á s >> home living & design são os “meninos dos seus olhos”.
Nos dias de hoje cria objectos à imagem do que lhe vai na alma e descobriu a magnífica arte de esculpir quase à luz da vela.
Para qualquer desafio, PODE SER!




Placeholder

NUNO MIGUEL DIAS


Nuno Miguel Dias (ou o dIAZ), nasceu em Benfica de 1975 mas refugiou-se, no dia seguinte, na Margem SOL, onde habita desde então. Foi jornalista durante 15 anos, muitos deles com o Melhor Trabalho do Mundo: Ser pago para viajar e escrever (e fotografar) sobre isso. Em revistas de viagens. Mas como achava que “travelwriter” era um epíteto mais bonito, deixou de pagar a Carteira Profissional. Ou então porque a saudosa Blue Travel já não remunerava os seus jornalistas. Hoje em dia integra o Dept.º de Marketing da MSC Cruzeiros, mas continua a escrever sobre coisas, se lhe pedirem com muito jeitinho. Depois de já ter bebido café. Na maior parte do tempo é pai, na menor também, na restante só se não puder.




Placeholder

JOÃO PEDRO SOUSA


João Pedro Sousa nasceu em Évora em 1989, tendo completado na mesma cidade os estudos em Artes Visuais. Formou-se no ano de 2012 em Mestre em Arquitectura pelo Departamento de Arquitectura e Urbanismo do ISCTE-IUL, Lisboa, onde desenvolveu a tese de Mestrado “Novos Espaços Culturais: O Panorama por Detrás dos Pequenos Ícones”. Participou em várias conferências e workshops, colaborou na organização de eventos e exposições com trabalhos da sua autoria, numa das quais foi co-autor de um catálogo e de um documentário premiado sobre a obra do arquitecto Luiz Cunha. Foi em 2013 arquitecto estagiário na empresa Wierszyllowski & Projektanci, atelier de arquitectura e design de interiores na Polónia. Colabora desde 2013 com a equipa do Vitruvius FabLab – ISCTE-IUL, laboratório de investigação e fabricação digital, onde está envolvido em vários projectos e na organização de eventos e workshops dessa área. Concluiu em 2015 o Curso de Estudos Avançados em Arquitectura Digital (CEAAD), um curso conjunto do ISCTE-IUL e da FAUP, com o projecto de investigação “CorkBuild: Expanded Corkboard Parametric Building System”, patrocinado pela empresa Amorim Isolamentos.



Placeholder

VITRUVIUS
FABLAB ISCTE-IUL


O Vitruvius FabLab ISCTE-IUL (VFABLAB-IUL) consiste num espaço de partilha de conhecimento, de fabricação e inovação. A inovação e desenvolvimento passa cada vez mais pela relação próxima dos criativos com as universidades, com as empresas e com as indústrias nacionais, tendo em vista a exploração de sinergias que permitam enriquecer os processos de desenvolvimento e aplicação de soluções a diferentes escalas. O laboratório de fabricação digital apoia a inovação através da materialização de ideias.
Faça-nos uma visita para conhecer as nossas instalações e/ou para realizar algum projeto! Estamos de portas abertas de segunda a sexta-feira no ISCTE-IUL.